Resenha DVD: Paradise Lost - Draconian Times MMXI

Havia já um tempo que queria fazer uma resenha falando do excelente álbum "Draconian Times" do Paradise Lost, entretanto nesse meio tempo no começo do mês, passando pela Galeria do Rock pra ver preço de tênis pra minha namorada, acabei avistando o DVD que a banda gravou em Londres tocando o álbum na íntegra. Realmente era uma compra que não podia perder, já que o cara da loja me disse que tanto o álbum mais recente da banda "Tragic Idol" - celebrado por ser uma volta às raízes da banda -, e muito menos esse DVD andava parado na vitrine.

Já tinha escutado o álbum do show e visto uns vídeos do show no Você Tubo, mas ter o material original na mão é outra experiência. E ao final do DVD concluí que foram 70 reais bem gastos.

Talvez a banda mais conhecida na "santa trindade" ao lado de Anathema e My Dying Bride, em 1995 a banda gravou "Draconian Times" e usou e abusou dos hits. O Paradise Lost ao que parecia reconheceu ali sua chance de alcançar o reconhecimento necessário pra entrar na história de vez depois de "Gothic" lançado em 1991.

A sequência inicial impressiona, e dou destaques para a abertura com "Enchantment" com o piano inconfundível e andamento mais lento pra cantar junto, a pesada "Hallowed Land", o single "The Last Time", a pausa para a cadenciada e ótima "Forever Failure", a rápida e pesadíssima "Once Solemn", e a de refrão grudento "Shadowkings". Entretanto a banda não deixa a peteca cair com "Elusive Cure" até o encerramento com "Jaded" num álbum que ficou para a história.

Pelo preço dito no começo da resenha você pode imaginar que peguei uma edição especial e você está certo. No material composto por dois DVDs e um CD, como você pode suspeitar temos no DVD 1 o show em Londres e no segundo temos extras documentais da banda em turnê e nos dizendo como foi o processo de gravação do álbum na época, e temos também uma rápida série com fãs declarando como "Draconian Times" fez parte de suas vidas; bem interessante e tudo com legendas em português. Para encerrar temos também dois clipes, "Faith Divide Us/Death Unite Us" e "Rise Of Denial".

Já no CD temos o áudio da apresentação, mas com quatro músicas a menos "Faith Divide Us/Death Unite Us", "True Belief", "One Second", e "Say Just Words". O encarte é bem legal e conta um pouco da repercussão do álbum na época de seu lançamento, comemorado como o melhor álbum do Paradise Lost e o melhor álbum da música doom e gótica em anos, porém senti falta de fotos da época, talvez assim torando o DVD mais documental.

Um dos maiores méritos do Paradise Lost é nunca se repetir de um álbum para outro, sempre mostrando uma evolução clara como no caso de "Gothic" para "Draconian Times", ou arriscando novos sons na sua música, como o synth-pop visto em "Host" e "Symbol Of Life".

Indicado para fãs e indicadíssimo para quem quer conhecer a banda. "Draconian Times MMXI" mostra o Paradise Lost mandando muito bem e é a celebração justa para um álbum que fez história na década de 90, influenciando muito do que se pode ver do gênero logo depois. Então, tomara que te influencie também, pois vale muito a pena para quem gosta de um Gothic/Doom Metal.

Tracklist:

1. Enchantment
2. Hallowed Land
3. The Last Time
4. Forever Failure
5. Once Solemn
6. Shadowkings
7. Elusive Cure
8. Yearn For Change
9. Shades Of God
10. Hands Of Reason
11. I See Your Face
12. Jaded

13. Faith Divides Us, Death Unites Us
14. True Belief
15. One Second
16. Say Just Words

17. Rise Of Denial
18. As I Die

Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários